sexta-feira, fevereiro 09, 2007

tenho

Tenho a mania da preseguição.
Tenho que ficar entre os melhores.
Tenho a certeza que podia ser melhor.
Tenho a mania de achar que aguento.
Tenho a noção que não.
Tenho medo.
Tenho falta de tempo.
Tenho sono.
Tenho saudades.
Tenho medo.
Tenho medo de não conseguir.
Tenho medo.
Tenho de me mentalizar que não posso ter medo.
Tenho que dar o meu melhor.
Tenho que ser sempre a melhor.
Tenho que fazer tudo para que gostem de mim.
Tenho de me sentir gostada.
Tenho necessidade que me respeitem.
Tenho de gostar.
Tenho de conseguir.
Tenho que desabar.







Tenho de ir.

10 comentários:

FRAZIDA disse...

desculpa a intrusão, mas..... como isso e tao real pra mim... tambem!

descobri o vosso blog..e gostei. muito! bjinhos

João disse...

Temos coisas em comum!

Sim, eu sei que parece conversa de engate foleiro... mas tinha de o escrver.

Jorge disse...

Hoje estou de mau humor, por isso, se me permites...

Amigos, compreendam que pedir desculpa por escrever um comentário (intrusão) num blog, é quase tão ridículo como pedir desculpa a um urinol por urinar para dentro dele.
A parte "bitates" não esclarece q.b.?

B.I.T.C.H. vou deixar no teu hi5 um comentário a pedir desculpa pela invasão (muito Napoleónico) de um espaço que é feito para todo o mundo ver. Depois digo "tens um olhar muitá profundo" e termino com um "és muitá fofa! Gostava de te conhecer. Adiciona-me!" (que é como quem diz: gostava de te rasgar a roupa toda e de fazer sexo selvagem).

Francis disse...

tu e toda a gente.

vai, mas volta.

code disse...

Isso faz-me lembrar um texto que escrevi no meu blog o myspace, deixo-o aqui.

-----

O Todo e a Soma das Partes

A sociedade ensina-nos que devemos lutar, trabalhar, procurar desesperadamente o sucesso, correr atrás de algo cuja importância nos impingiram, acreditar que é o preenchimento de certos requisitos que fará a nossa vida ter sentido... diz-nos o que é importante e o que é desprezável, muitas vezes o que é correcto e errado, define os nosso objectivos de forma a seguirmos a doutrina do trabalha, procria e morre, ilude-nos com uma importância do cumprimento da doutrina que cega quem não consegue ver-se de fora, abandona-nos quando nos tornamos desnecessários, e faz tudo para apagar o trilho que deixámos na nossa caminhada solitária para que não saibamos a direcção individual de cada um de nós. Confunde-nos com apelos e ensurdece-nos com chamadas que algum membro dessa sociedade disse um dia serem apelativas. Constrói a nossa moralidade de forma a não termos problemas em a desrespeitarmos e promove a união até que ela a possa prejudicar...

a sociedade... somos todos nós.

Isabel Paixão disse...

Gosto muito deste tipo de posts... acho que todos temos qualquer coisa que está lá escrita.. ou uma porrada delas! ***

B.A.B.E. disse...

como boa anfitriã, olá frazida! welcome e obrigada pelo elogio!

como má feitio que sou (mais do que ter mau feitio, eu SOU)... PALMAS DE PÉ PRA TI JORGE!

:)



quanto ao post, eu só tenho uma coisa. tenho a certeza de ti.

Jorge disse...

Quer dizer, ataco os teus leitores e ainda bates palmas?

B.A.B.E. disse...

sim!

(ai merda! hoje não se pode dizer fazer campanha)

:p

Jorge disse...

Vão anular o resultado do referendo por tua causa. Já sentes remorsos?