sábado, dezembro 30, 2006

Oh Oh Ooooolha que foudasseeeeee

Fonix, eu própria acho que ainda não tenho a puta da noção da MEGA asneirada que acabei de fazer!

Amora, na tentativa de passar o blog pa Beta (fonix, ainda por cima beta não quer dizer que ainda ta em teste, ou seja que pode vir a correr mal?), ou pelo menos a parte que me dizia respeito (a mim, B.I.T.C.H. - pq tu já tinhas mudado, n foi amora?) (já vão perceber que n entendo puto desta porcaria) já contabilizei as seguintes situações:

1- passaste a ser a unica dona dele
2- adquiriste por herança outros meus dois blogs que ainda vou ter de tratar de te tirar de la
3- Todos os meus posts passaram a ter o teu nome.
4- Fiquei sem nada, sem profile, sem foto, sem almaaaaaaaaaaa. ohhhh
5- criei uma nova conta de mail só pa mim porque o grande problema foi eles não gostarem da ideia de partilharmos uma mesma conta po Blog (merdas de confusões com pass´s que coincidiam e o cú)
6- Já consegui assinar o ultimo post que tinha feito, portanto já so me faltam outros...150 paí!
7- Já me passou a depressão que me fez fazer uma panela de brigadeiros que ainda nem chegaram a ser enrolados, e deu lugar a uma irritação que me fará ir buscar mais umas colheres daquela pasta pegajosa e que nem sabe ao que eu queria por ter sido feita apenas com chocolate preto. (o que eu queria mesmo era ferrero rocher!) (Aliás, o que eu queria mesmo nem sei bem, mas faço assim uma pequena ideia).
8- Roguei.me pragas.
9- Temi pela vida do nosso blog, como o outro filho orfão que largamos por aí, sem querer.
10- Ai que so me aptece dizer asneiras!

E porque raio ainda não entendo nada daquele header ou que raio se chama que continua desenquadrado, desiquilibrado, deslocado, qlq coisa ado! dassssss
Alguém percebe disto?

Bom. Fazes falta amora. Mas ainda bem que nao tavas aqui, senão teria sido o histerismo a dobrar e assim acho que ta tudo controlado. Ao menos o blog n foi/vai à vida (espero) e isso é que é importante.


La vou eu Repostar post´s: seleccionar + ctrl+C + decorar a data e hora + new post + ctrl+V e... esperar que va po sitio certo.

sexta-feira, dezembro 29, 2006

Se um dia me perder


Tira-me daqui!Pega em mim e leva-me contigo.Arrasta o conteúdo que me resta e não o deixes fugir.Ata.o a mim com fita de cetim vermelho e musicas quentes sussurradas ao ouvido.Não deixes que eu desfaça o laço.Não deixes que me dispa e que caminhe nua sob a chuva.Ensina-me outra vez que com a boca posso sorrir, que as lágrimas também caem de felicidade e que o coração só bate com uma razão de bater.Agarra-me contra o teu peito, entrelaça os teus dedos nos meus, e aperta com força que eu tenho medo de cair.
Beija-me a face e promete em segredo que se um dia me perder,
me vais procurar.
In Contos Fictícios

quarta-feira, dezembro 27, 2006

Melides

h "todos unidos na P.A." p
Temos um alguidar chamado Zé e um regador que é a Lena.
Temos o poster da Gina Reis no frigorífico.
Temos 3 carros de supermercado cheios de alcool e a carrinha da Super Bock a descarregar 14 grades à porta.
Temos chilli, carbonara e carne de porco à alentejana .
Temos droga.
Temos piscina e lareira.
Temos um jogo chamado Cocktail e temos histórias que nunca mais acabam.
.
.
E temos quartos pra todos.
.
.
Q E R T Y U I O P *

terça-feira, dezembro 26, 2006

Afinal...

"(...)A última namorada que tive, fui pa cama com ela na primeira noite!(...)"


Frase expressa por um gajo aparentemente (quer relativo a aparência, quer relativo a parecer) giro, engraçado, inteligente, bem formado e interessante.
E esta hein?
Afinal eles existem e ainda ha esperança.

Merda. Esqueci.me foi de ficar com o número de telefone. (é que um homem destes é um achado. Quanto mais não seja é um numero que serve para contrarirar as estatísticas.)

segunda-feira, dezembro 25, 2006

O presente ideal

Como ter sucesso no acto de presentar alguém, por B.I.T.C.H.
(Isto se o objectivo é ter sucesso e não provocar apenas mais uma desilusão, ou derrubar expectativas.)
Portanto, das 2, 3 ou 4:

1. Começar por não alimentar expectativas, assim não há esperanças a cobrir, e se tudo correr mal, ninguém sai desiludido. “Olha que a tua prenda não é nada de especial!”, “Não, este ano não te vou dar nenhum presente.”Tás à espera de um camião carregado? Não te iludas que so tenho uma prenda pa ti”, E ainda “Eu comprei-te uma coisa, mas para além de não ser nada de especial, nem sei bem se vais gostar”.


2. Estar atento um mês antes do dia da oferta e comprar algo que é realmente preciso. Ainda que não seja a prenda do século, nem a mais surpreendente, dará muito jeito. E não há nada como suprir uma necessidade.
Atenção que não estou a falar de pisa papéis (que coisa mais sem jeito. Como se os papeis precisassem ainda de mais alguma coisa para lhes colocarem em cima, e não se bastassem já enquanto amontoado), conjunto de caixas de vários tamanhos para se pôr sabe-se lá onde ou com o quê la dentro só porque se ouviu "ando com falta de arrumação", ou até molduras vazias, que não são sequer bonitas nem trazem nada nem ninguem para ser apreciado!
Trata-se sim, de uma prendas que saibamos que a pessoa estás mesmo a precisar e que por razões que agora não importam, ainda não têm: Um verniz base, transparente e fortificante “porque as minhas unhas andam uma miséria, sempre a escamar”; Aquele livro de Historia de Arte que “veio mesmo a calhar porque vai ser preciso para a faculdade e custava um dinheirão que não me apetecia gastar num livro”; Umas pantufas giras e quentes porque “As minhas pantufas estão uma miséria, com um buraco no dedo grande, e já sem sola.”

3. Oferecer qualquer coisa que temos a certeza de que a pessoa gosta mas que jamais iria gastar dinheiro nisso, por ser fetiche, panca, desejo ou simplesmente curiosidade. Um corpete com cinto de ligas. Umas cuequinhas tigresa ou transparentes Um kamasutra. Uma maquilhagem bem preta. Umas pestanas ou unhas postiças. Umas luvas até ao cotovelo. Um Anel love vibration, da Durex.
nota: Aplicar esta teoria torna-se um pouco mais dificil quando se trata de alguém que gasta dinheiro nos seus fetichess, pancas, curiosidades e desejos. É que nestes casos a parada eleva-se.

4. Oferecer algo que possa ser partilhado com a pessoa que oferece. O comprovativo de uma marcação num jantar a dois, “naquele” restaurante. O Anel love vobration e o kamasutra. Um ganza de erva já enrolada com muito amor e carinho. Um bilhete de avião. Uma reserva num Hotel. Uma folha de uma agenda arrancada e com uma marcação de uma qlq actividade em determinado dia e a determinadas horas. Um cd para ouvirem juntos. Um dildo (ok, tou a gozar).
Nota: É importante que qualquer um destes presentes seja acompanhado de um bilhete com uma explicação, não vá a partilha dar-se sim,
mas com outra pessoa.


TER EM ATENÇÃO QUE:
1. A formula "para se ter sucesso no acto de presentear alguém, by B.I.T.C.H", tem uma taxa de exito bastante mais elevada quando aplicada a mulheres, e de sucesso quase completo, quando aplicada a mim.


2. É ridiculo oferecer prendas feias e inúteis. Parem com isso! Tentem resistir a dar uma merdice qualquer.


3. Ah, e não pensem que me estou a queixar, porque este Natal fui uma sortuda. Geri a porcaria das expectativas porque sabia que não ia ter nenhuma mega surpresa ao estilo carro novo com laço em cima, ou chave de apartamento (ganda loleeeee). Recebi coisas lindas que me dão um jeitaço (2 delas que fui eu que escolhi mesmo). E ainda outra que me surpreendeu (e que por acaso vou trocar, mas valeu sor ter sido comprada a pensar nas minhas tonteiras).
Faltou-me receber uma e tudo seria perfeito...


domingo, dezembro 24, 2006

Entre.Tantos | Natal



O Natal só interessa ao menino jesus!

sexta-feira, dezembro 22, 2006

Encontros Imediatos de 3º grau - A Diva

"Achas que fico bem com o cabelo assim?"
perguntou-me na WC do Mercado
E eu a suar de tanto kuduro elegante, ainda meio zonza por causa do Air Wick Odor-Stop que o outro me enfiou pelo nariz e cheia de sede por causa daquela de erva que soube tão bem, só consegui dizer:
"Claro que ficas!"
Bolas, Soraia! Tu dás-me vontade de ser homem!

Isto não é um post de Natal

A todos aqueles que gostam
de dormir mas que se levantam sempre de bom humor.
Aos que saudam com um beijo.
Aos que trabalham muito e se divertem mais ainda.
Aos que conduzem com pressa
mas não buzinam nos semáforos.
Aos que chegam atrasados mas não inventam desculpas.
Aos que apagam a televisão para uma boa cavaqueira.
Aos que são duplamente felizes fazendo só metade.
Aos que vivem com o entusiasmo de uma criança
e a sabedoria de um adulto.
A quem ri com gosto, todos os dias.
Aos que passam tempo com a família.
Aos que gostam de jantaradas com os amigos.
Aos que ligam quando sentem que é preciso.
Aos que deixam passar alguém numa fila de horas.
Aos que se levantam para aplaudir.Aos que estão cá.
A quem sente que não foi bom, mesmo tendo sido perfeito. Aos que abraçam.
Aos que não se enganam mas que se enganam. Aos que nunca esquecem dos aniversários de quem gostam. Aos que são sinceros nas palavras e nos olhares.
Aos que não ligam ao dinheiro. Aos que dizem "gosto de ti".

(Feliz Natal)


quarta-feira, dezembro 20, 2006

Menina Doutora

O despertador toca cada vez mais rouco e o meu ouvido faz-se cada vez mais mouco para o ouvir. O rabo pesa para sair dos lençois. Este frio pá! E os caracóis que têm de ser lavados para ficarem decentes.
Não ter que comer porque não fui ao supermercados. Não ter que vestir porque não passei a ferro ontem e pior, porque me esqueci delas estendidas lá fora. Ter de fazer isso tudo... a esta hora!? Com este frio?!?!
Perder um, dois... merda! Três comboios! Ir às horas que já ninguém vai e mesmo assim não ter lugar sentada no comboio. E quando finalmente me sento, uma senhora perfumada demais vem falar ao telemóvel para o meu ouvido. Guardo o jornal. Não consigo ler a ouvir aquele zum zum baunilhado. Merda!
O escritório gelado, e os sorrisos dos colegas mais ainda. A ironia gasta do "boa tarde" da praxe.
8h de papéis e telefonemas. No mesmo sítio, à mesma hora, a mesma rádio... ah! mas hoje riscamos o café de sempre. A máquina do café faleceu-me nas mãos. A tal que é, segundo o José, a origem de todos os problemas da empresa. Cá pra mim fartou-se do mesmo que eu e deixou de vomitar o mesmo café de todos os dias. Fez ela senão bem.
Tenho na cabeça a campainha dos pais e avós "não te deixes andar nesses biscates". Biscates.
Tenho na cabeça as contas que são sempre curtas demais, mesmo indo de contra mão aos amigos que me julgam multi-bili-trili por andar a fazer "esses trabalhos todos".

Tenho em todo o lado as saudades da faculdade. De todas as partes dela.

E sei que vou ter saudades desta entrada no tal mercado que não vende fruta, nem peixe, não vende nada. Só nos consome e nem nos compra pelo preço certo.

Ninguém nos ensina nada de jeito nem nos ajuda como deve ser. Valemos por nós e pela sorte que nos calhar ao calhas.





Chegar a casa, descalçar as botas e tomar um banho ao som das mornas da Mayra.
Respirar fundo.
Tudo melhor!
Vou passar a ferro. Amanhã apanho "o das 42" e chego a horas a mais um dia destes mas melhor que este!

terça-feira, dezembro 19, 2006

Fuck love

Sai!

Não me telefones mais.
Não leias o que escrevo, e esquece a marca dos meus passos no teu caminho.
E ainda que não me esqueças, pelo menos não me faças lembrar-te.


Não me voltarás a tocar nunca mais.
Nem a sentir uma única parte de mim senão o meu desprezo


Larga-me, deixa-me.
Já te disse,
tiveste o teu momento e não soubeste aproveitar.
Eu avisei.te que era um jogo. E dei.te a escolher não entrar.
Mas achaste que aguentavas, e eu fiquei a ver até onde ias.

Acabaste de sair do jogo por desclassificação, e eu nem sequer lamento.
Eras lamechas e humilde e e de um romantismo que, humpf…como pudeste achar que EU podia ser quem tu querias?

Va, larga-me, sai e não me faças perder muito mais tempo.
Tenho uma vida por viver, e um mundo cheio de pessoas interessantes para conhecer, para me fazerem dar gargalhadas, para preencherem os meus dias, levarem-me para a cama de hotéis, e adorarem-me do jeito que gosto.

Sei sim, perfeitamente, que não é para sempre.
Achas mesmo que és tu quem me vai ensinar algo sobre mim?
Desengana-te!

Não quero saber se me amas.
Quem te disse a ti que é isso que procuro?
Pára! Pára de falar comigo. Não entendes que as tuas teorias e utopias românticas não alinham com o meu registo?
Mais do mesmo é o que tens para me dar.

Amor!
Amor?
Em que mundo vives? Não sabes que isso já nem se usa?
Que proveito posso tirar eu disso.
Deixa-te de cenas ridiculas. Só falta chorares.


Larga-me.

Pára de falar comigo.

Descola-te da minha pele.

Desencaixa o teu corpo do meu.

Sai de cima de mim e não me deixes nada por cá.

E eu? ...eu vou já tratar de limpar o teu cheiro da minha roupa.





In Contos Fictícios

sexta-feira, dezembro 15, 2006

Km/h

"Eles andaram durantes uns tempos até ela correr com ele."

quarta-feira, dezembro 13, 2006

estou a apostar em ti


Alvará

Caríssimos leitores, caso ainda não se tenham apercebido, segue aqui a advertência:



O nosso Blog está a sofrer umas remodelaçõezitas, mas não o quisemos fechar para obras. Portanto, não se admirem se levarem com um barrote em cima, e meninas não desprezem os piropos dos senhores trolhas, porque estamos a gastar uma pipa de massa contratando profissionais de 1.90, barriga sixpack, gémeos salientes, e mais uns quantos atributos que agora não vou estar a enumerar.

(queria pôr aqui uma ilustração mas eles são tímidos e não me deixaram que os fotografasse
).

.


13 de Dezembro´06



Vim apenas fazer um esclarecimento, porque o tema tem sido recorrente (aqui e extra blog) e acho que me expliquei mal:

O celibato foi simplesmente uma decisão pessoal e somente isso!

Desenganem-se se achavam que a minha declaração pública era fruto de um desesperado acto revolucionário...

Aos que me conhecem, sabem que sou a 1ª a gritar:

Avante sexo, avante!


terça-feira, dezembro 12, 2006

Amor que acontece


Já vivi contos de fadas, acreditei neles, fui a princesa e no final …não fui feliz para sempre.

Já namorei o gajo mais giro da escola, já fui a miúda mais odiada, já quis fugir de casa por amor, e já fiz até juras de sangue para a vida inteira.
Já escrevi cartas, e-mails e sms´s, já me apaixonei muitas vezes por meios menos ortodoxos.

Já fui muito feliz, e já fui muito infeliz.
Já comi e me arrependi, já beijei gente que nem beijar sabia, já seduzi só porque sim, e já estive com pessoas porque simplesmente não podia estar com outras…
Já chorei muito, já perdoei quem não merecia, já fiz sofrer quem não queria e já me mentalizei que os contos de fadas não existem.
E ultimamente é isso mesmo que tenho feito.


Meti na cabeça que não quero ninguém. E não quero!

Aliás…não quero mesmo os ninguéns que tenho conhecido por aí. Quero sim “o alguém” que anda no meio de todos os outros mas que finjo não ver nem precisar, apenas por ainda não o conhecer.
Portanto o que ando a tentar evitar e a desdenhar é essa espécie de “amor que acontece”.
Esse que aparece por acaso através dos olhos de alguém que nos fica a observar de longe enquanto nos sentamos num livraria a ler e a fumar um cigarro, e que acompanham cada movimento nosso em completo êxtase, …como acontece nos filmes.
E não tem de ser necessariamente uma só pessoa, não! Aliás, já me apaixonei perdidamente por várias, e ainda que de formas muito diferentes, não foi por eu saber que não eram a minha cara metade que gostei menos delas e que fui menos apaixonada e feliz.
A fase das utopias e de almas gémeas já era!

Agora vou tendo saudades de algumas certezas e seguranças. E tenho saudades de homens mais corajosos e decididos e apaixonados e crentes.
Ando cansada do estado actual da sedução. Farta, fartíssima.
Conhecemo-nos, tomamos um café algures (que já nem tento que seja num sitio especial) e se houver clima beijamo-nos nesse mesmo dia para no dia a seguir, ou passadas umas semanas, ou uns meses (na mais feliz das hipóteses) não nos vermos nunca mais, por se ter esvaído a tesão, e se terem queimado os cartuxos de curiosidade que ainda era o pouco que nos unia.


E é assim que as coisas têm sido. Assim desde há muito tempo. Tanto que já perdi a conta e a vontade até.

Só há tesão…não há paixão. E é disso que tenho saudades.
Não quero encontrar alguém ao virar da esquina e perceber que é o homem da minha vida. Não quero um homem para casar ou para ter filhos ou até apenas para apresentar aos meus pais. Não!
Quero simplesmente voltar a beijar com gosto, com arrepios de frio, tremuras de calor, e borboletas no estômago. O tempo que dura pouco me importa. Pode ser que dure uma hora com um rapaz com quem choquei enquanto andava despistada pela rua, ou uns meses com uma pessoas que me adora realmente e com quem tenho conversas com conteúdo. O que importa realmente é a intensidade que deposito e que depositam em mim.

Estou cansada de ver a sedução como um jogo em que alguém tem de ganhar. Em que me sinto na obrigação de ficar por cima, porque caso contrário, sairei a perder.
Cansada de ter de andar todos os dias com o peso das minhas armas, e com o receio característico de quem tem algo a perder, e com a tristeza de quem não aproveita o momento por já saber onde e quando vai terminar.

Acho que estou cansada do rumo que tenho dado às coisas, e que as pessoas me têm dado a mim…



segunda-feira, dezembro 11, 2006

Boss AC - The hide one

(cliquem no título para ouvirem o som, e acompanhem. E digam-me depois se não é uma tesão de som? è uma pena este Boss não ser nd de jeito)

Senti a tua vaga yoh
Tb sentiste a minha
´Tas com a tua crew yoh
Ou ´tas aqui sozinha?
Estou com uma grande tesão
´Tou sozinho em casa
i wanna rock the cunami
Baby baby baza baza
Vamos foder
Baby baby não há tempo a perder
Eu sei o que tu querias dizer
Vamos foder yoh, foder
2xs

Anda despe a saia
Põe.te a vontade
Tenho a certeza yooo
Que tu já estás excitada

Baby eu quero descer
E morder.te toda
Quero chamar.te nomes
E dar.te uma grande huhuuuuu

Refrão

Confesso, sou sincero
O que tu queres é o que eu quero
Apagar a luz e dar-te no escuro
Tu bem molhada eu já bem huuuuuuu
Lamber.te como um selo do correio
Começar nas pontas e acabar pelo meio
Despir.te aos pouco pra criar suspense
Comer-te com os olhos, esperas que eu avance

So paramos quando alguém desmaiar
So quando o ar começar a faltar
Ficares tonta de tanto pular
Lábios secarem de tanto mamar
Vamos esfregar um no outro até a pele cair, a cama partir, o medico nos proibir
huuuuuu
Uma delícia, vamos foder até chamarem a polícia


Refrão
Isto vem na sequencia do post anterior.
Não ligar ao facto de ser cantado por um gajo.
Teria mt mais interesse se fosse por uma gaja, (para efeito do post, claro)
Amora...deste o mote, e não resisti!

sábado, dezembro 09, 2006

Entre.Tanto | Não é nd disso!

Tenho muito a mania de achar que todo o gajo quer uma miuda sexy e sedutora e quente e sensual e carnal, e ...
...e NÃO.

Afinal, acho que não é mesmo nada disso o que eles querem!

(e já cheguei a esta conclusão há uns tempos, mas ainda não me decidi a acreditar que é assim mesmo queas coisas funcionam.)

quinta-feira, dezembro 07, 2006

São as aspas menos aspas da minha vida...

"Eu não sou mulher de cheirar a roupa do marido nem de mexer em cartas ou papéis, disse também, acho que sou muito pior, farejo a alma vasculho as palavras, espio os sentimentos: preciso saber se ele é o que parece, inteiro, seguro de si, em paz consigo próprio, ou se há nele tantos eus como há em mim, tão diversos que possam justificar a diferença, tão contraditórios que possa confundir os sinais. Há uma parte de mim que vem intacta da infância. É neurótica, insegura, irracional, mas continuo a acarinhá-la e a usá-la sempre que preciso de ter pena de mim e de merecer o meu amor..."


Germano Almeida
As Memórias de Um Espírito
...é tão isto!

Entre.Tantos | Boa vida


Ontem ouvi o click, e apercebi.me que estou demasiado habituada à boa vida da má vida.




E isso pode ser muiiito grave.

quarta-feira, dezembro 06, 2006

.




6 de Dezembro´06





Acabo oficialmente de declarar celibato!



terça-feira, dezembro 05, 2006

Quem gosta de sopa diga "eu"!


eeeeuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!!!

segunda-feira, dezembro 04, 2006

i just like to call you...

Quando a conheci tinha a mania dos fatos de treino com cores garridas. Depois teve a mania do preto. Agora calça galochas cor de rosa com malas de mão inacreditáveis e adora. O cabelo, sempre comprido e lindo, como as unhas. A mania das bandoletes voltou à pouco tempo.
Tem a mania da por a lingua de fora e o pé pro lado.
Tem a mania de cigarros com significado. Aliás, mania de tudo com significado.
Tem a mania de gostar de mim, de me achar melhor em coisas que sou tão normal, tão mais normal que ela. Tem a mania de varrer a cozinha quando vamos de férias. De demorar horas a por creme no corpo e a secar o cabelo.
Tem a mania de homens com ar de maus, que se façam de maus, que sejam bons no que interessa. Tem a mania de pessoas com miolo. Tem a mania das malas, dos sapatos Melissa, do Brasil, do sol, do pôr do sol da janela dela, dos beijinhos da mãe ao acordar.
Conduz depressa, fala alto, é sincera em tudo o que diz e pensa tudo, em tudo, por tudo e todos.
Odeia marcas de bikini.
Adora comida.
Tem a mania de me fazer rir como ninguém, metade pela inteligência das piadas, metade pela cumplicidade.
E tem a mania de dizer asneirada da grossa quando está muito feliz. Quando está triste o silêncio é perturbador.
Tem a mania das músicas para respirar e das noites para dançar.
Tem a mania que é esperta.


Eu tenho muitas manias dela mas tenho mesmo é a mania dela.




...you MA B.I.T.C.H.*

domingo, dezembro 03, 2006

Pergunta para queijo

A duração do engate* influencia a duração da relação?

foto: Loft o epicentro do engate (daquele rasco) na noite lisboeta

* tempo que separa o "olá" e o "foi tão bom para ti como foi para mim?"

sábado, dezembro 02, 2006

Entre.Tantos | Horóscopo de hoje

"Tem tudo a seu favor. Sabe o que tem a fazer para aproveitar esta sorte. É melhor arriscar e perder que ter medo de tentar."


YEAH!


Epah, começo a curtir este horóscopo do clix, que encontro no site das taradas, e cujo icons é um vomitador compulsivo.

quinta-feira, novembro 30, 2006

Entre.Tantos | Horóscopo de hoje

Tem de fazer algo para promover a sua carreira. Repense as suas opções, faça novos contactos. Tenha a coragem de se reinventar.

A sério?

quarta-feira, novembro 29, 2006

Verdade ou Mito urbano?

Estou preocupada!
Depois de sábado a Amora me ter advertido (ui que erudita) para o facto da Sôra Dona Judite (aquela vaca) já estar a fazer os testes de despiste de drogas (tou a imaginar um monte de plantas, comprimidos, pós e cristais a correrem pela rua, feitos parvos uns contra os outros) nos condutores.
Posto isto, e porque não tenho mais nada pa fazer da vida, fui averiguar, ao que descobri as seguintes informações disponíveis na
net:

“A ocorrência de um acidente é uma das razões que levam as autoridades a fazerem testes de despistagem do consumo de drogas e de álcool.”
O que não os impede de numa operação stop normal, como as dezenas que acontecem mensalmente nas ruas de Lisboa, resolverem "despistar-nos" as drogas!

“Os condutores vão ser submetidos a testes para a Polícia saber se estão sob efeito de drogas ilegais ou de calmantes.”
Os lexotans que tomo de vez em quando não servem como desculpa, não? Nem os RedBull em quantidades exageradas que bebo, não?

“A nova lei (…) que permite os testes de despistagem,(…) como no caso do álcool, entra em vigor no início de 2007.”
Tou memu a ver, logo dia 1 Janeiro tão os bófia todos contentinhos à beira da estrada de braço a dar a dar.(Aqui está mais uma razão para arranjar planos interessantes e baratos, fora do país, onde n tenha de conduzir. )

"As polícias portuguesas vão detectar na estrada o consumo de drogas pelos condutores através de um teste rápido de saliva, suor ou urina."
Dasss, Saliva? Mas eles não sabem que o pessoal fica ca boca seca? Urina? Também não estou a ver “- Boa noite xôra condutora, faça o favor de se agachar e meter o rabinho de fora, e fazer aí um xixizinho atrás dessa moita.” Quando ao suor não tenho nada a dizer.

“Cocaína, heroína e demais opiáceos, canabinóides e anfetaminas são as drogas especialmente sujeitas a fiscalização. Outras podem ser pesquisadas, mas quanto ao ecstasy ainda não é certo que seja possível.”
Haja alguma que escapa. Aposto que as xtilhas vão começar a ficar mais caras, associado ao aumento da procura. E já agora pode ser que as restantes desvalorizem.

"Estão previstas coimas de 500 até 2500 euros." Afinal as drogas tb andam sujeitas a imposto.

"Em conformidade com o novo Código da Estrada, tudo isto é igualmente válido para os peões, se intervenientes em acidentes de trânsito."
Hã? Ta o carocho na sua vidinha tranquila, na base do “se bem”, chega um craze tunning, passa por cima do carocho, e depois o pobre coitado é que ainda tem dir a tribunal? Epahhhhh. Qualquer dia as velhinhas que demoram a atravessar na passadeira, e que são atropleadas por autocarros, tb têm dir fazer testes de despistagem de arteroses e osteoporose. (bom, digamos que se eu atropleasse um carocho que se enfiasse na minha frente, tb não ia achar garcinha nenhuma.)

"Mesmo relativamente ao haxixe, habitualmente referido como droga leve, o consumo é considerado incapacitante para a prática da condução."
Ok, nisto estamos de acordo. Uma pessoa com a moca vê um carro parado, pensa que tem de travar, bate e so depois carrega no pedal (e acertar no do meio já é uma proeza).

Já agora ficam tb com os números:

774 autopsias a vitimas mortais em ´05
277 = condutores
88 = peões
46 = passageiros e
363 = em situação desconhecida
(os que estão no local errado à hora errada!)

33 = consumiram drogas
6 condutores+ 1 peão + 3 passageiros = haxixe7 condutores + 1 peão + 3 ocupantes = cocaína1 = Aftaminas


5 condutores + 1 ocupante = heroína


Porque é que isto não dá 33? Ficam 5 de fora que devem ter consumido outra coisa qlq dificil de despistar. Cogumelos, quem sabe. Será que os cogumelos tb se despistam?


A grande questão no meio disto tudo é: Se já é lixado chegar a casa e dizer: pai, fiquei sem carta, porque fui apanhada com alcool. Fica completamente impossivel chegar a casa e dizer: Pai, mãe, fui apanhada com substâncias psicotrópicas no organismo.
Porra, é que nem quero pensar. Punham.me logo num centro de desintoxicação, trancavam os armários com cadeados, e antes disso ainda me deserdavam de quaisquer bens que estivessem a pensar dar-me e ficava tb sem o serviço de porcelana Vista Alegre e o Faqueiro da Mundial Casa.
Puf...caía o carmo e a trindade.


ps: Todas as declarações que aqui faço são por pura diversão, porque eu sou uma rapariga jovem adulta muito reinadeira.
É verdade que também gosto de me divertir com o meu grupo de amigos, mas não sou de muita galdeirice.
Saio mais durante o Verão, quando vou a um bailarico ou e«outro nessas festas em homenagem a santos padroeiros.
So bebo em casamentos de família onde os pais estão presentes, e normalmente é um copito de Baileys que me faz corar um pouco e rir-me um bocadinho mais alto.
E foi no casamento da minha prima amélia, aquela em 3º grau filha dum primo do meu pai que experimentei pela 1ª ( e ulima) vez um charuto (aquele cigarros muito grandes e gordos e castanhos que cheiram mal).
Fora estas reinadices, sou uma pessoa muito calma e caseira.


Queria deixar-vos aqui uma ilustraçãozita ou um filmezinho, mas afinal não posso.

Entre.Tantos | Desejos

Aiiii, que um dia destes, aliás, uma noite destas (que estas vontades dão-me mais à noite) pego na fritadeira (é assim que se chama àquela espécie de panela onde se põe uma rede por cima?) e toca de fazer batata frita caseira com sal grosso.
Ui e depois é ver o óleo a ser carcumido pelo calor, e a espirrar por causa da fervura.

Ai que vontades tenho eu de acabar com o interregno (não se faz batata frita cá em casa ha uns 3 anos) e de:

1. Ir à despensa
2. Pegar numas batatas (nada de cenas congeladas que não têm graça nenhuma. So mesmo no Mc)
3. Descascá-las
3. Pô-las num alguidar com água
4. Cortá-las em rodelas ao alto
5. Dessas rodelas cortar palitos (tb ao alto e não muito grossos)
6. Escorrê-las, voltar a passar água e voltar a escorrer muito bem escorridinhas.
7. Agarrar uma mão cheia de sal grosso (atenção que eu disse grosso. Não quero ca essas paneleirices de sal de mesa) e certificar-se que todos os palitos foram envolvidos no simplório e mágico tempêro(mão cheia é expressão. Tb n é preciso ser asssim uma mão cheiaaaaaa).
8. Por esta altura o oléo já deve estar bem quente (porque estava em lume alto)
9. Colocar as batatas (com convicção e sem medos) no óleo a ferver (todos os palitos têm de estar submersos) e cuidado que o sal grosso faz aquilo espirrar ainda mais.
10. Esperar até as batatas começarem a ficar douradinhas, e estaladiças!
11. Provar uma para ver se é altura de as tirar

caso seja:
12. Escorrer o óleo fazendo-as saltar em cima da rede e colocá-las em cima de um prato com papel absorvente.
13. Tirar o excesso de gordura e esperar que arrefeçam um pouco.
14. COMÊ-LAS COM VONTADE!

Et voilá: a bela da batatonga frita estaladiça, e salgadinha com algumas pedrinhas de sal ainda por derreter, a serem esmagadas pelos nossos dentes, envolvidas pela nossa saliva, e saboreadas pelas papilas gustativas que a nossa lingua tem a dádiva de possuir.

Uiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, que vontade que eu tenho!

terça-feira, novembro 28, 2006

Digníssimo Tuga

Comunicado a todo o português que se intitule orgulhosamente de Tuga:




Caríssimos Portugueses, desde dia 19 que foi inaugurado o grande espectáculo que mostra aquilo que Portugal tem de melhor.
O esplendor ao longo de toda a sua grandiosidade.
Uma altivez metaforizada em luz e altura.
O luxo e a magnificência de um gigante na Praça da nossa capital.

Trata-se da já conhecida e anualmente acarinhada por todos, a Maior Árvore de Natal da Europa.

Isto sim é motivo de orgulho, caros tugas.
Ter a maior árvore de Natal da Europa, na qual se gastam uns bons milhares de euros em electricidade.
Causar engarrafamentos de horas, e até alguns acidentes ocasionais provocados pelo espanto dos nossos também grandiosos domingueiros, é motivo de vaidade extrema, para todos aqueles que a esta terra à beira mar plantada, pertencem..

Portanto, povo, saiam à rua!
Escolham um fim de semana se possível. Sábado à noite, é o ideal!
Vistam o vosso melhor fato.
Tragam o vosso automóvel, mota, tractor, mata velhos, o que seja e que tiverem, possível de vos transportar até às ruas da cidade de Lisboa.
Não deixem de trazer todos os membros da vossa família.
Venham, feliz casal! Tragam os vossos filhos ainda que contrariados.
Façam a felicidade aos vossos sogros. Tragam também a tia velha e solteirona e ainda os primos do interior.
Tragam o cachorro e se tiver domesticado e não se assustar com as luzes, tragam também o periquito ao ombro.

Venham…venham todos ver o esplendor de Portugal.

Se bater a fome, não deixem de aproveitar as roulotes ao longo da 24 de Julho. É com cada pita e hambúrguer com cebola, que até se vão esquecer do Mc Donalds que estava planeado para o dia a seguir, no Colombo.




segunda-feira, novembro 27, 2006

Domingo


frio manta chocolates bonecos

o episódio preferido do Sexo e a Cidade a passar na Sic Mulher

...e um vazio tão grande cá dentro

Alguém é feliz aos domingos?


domingo, novembro 26, 2006

Apaixonei-me

por vocês, e nem sei onde vos poria.
Talvez sobre a nuvem mais resistente que encontrasse, como quando era criança e lhes podia tocar e dormir sobre elas.


Ou então fugia convosco para um dia de sol grande e brisa perfumada de borboletas sem cor e árvores de frutos que não se viam.
Pousava-vos uma a uma sobre o terreno fértil de terra húmida que fizera crescer linda, a relva verde.





E depois de me descalçar, perdia-me, deitada sobre o enorme tapete vermelho quente, que me engolia em sonhos por viver.



E ficava assim para sempre.
Nua.


A imaginar o cheiro que os vestidos de alfazema, guardavam dentro do armário.
E de tiara na cabeça e lábios rosa, esperava.
Até ouvir o posar silencioso do teu corpo sobre a poltrona.
E a tua voz a acordar-me do meu sonhar.




Contos mais que Fictícios

sábado, novembro 25, 2006








Quiz

Altura:
1.64m (e eu acho que o questionário tb incluía outros dados como o peso e a medida da anca, mas uma mulher qlq deve ter feito desaparecer com isso!)
Que sapatos está a usar?
Esperem um bocadinho.
Fui só calçar os Melissa pretos de alma partida. (não me conformo!)

Medo?
Medo o quê?
Objectivos a alcançar?
Vou deixar po fim, ja volto!
Já cheguei ao fim e já voltei: Ser uma excelente e respeitável copy, numa óptima agência. Ter uma pessoa que preencha todas as minhas necessidades emocionais, psicológicas, intelectuais e sexuais (e já agora monetárias, não!?) e que para além disto tudo, me ame!
E pra já: arranjar um estágio, acabar o curso, e ir uns tempos trabalhar po Brasil.

Oh, quero ser feliz em modelo All Inclusive!

Frase que mais uso no Messenger?
“de resto”, é uma expressão irritante que uso, e que me dá muito jeito, não sei porquê.
E “ahahahahahahahahha” mts vezes, especialmente com determinadas pessoas ;)

Melhor parte do corpo?
Mãos, olhos, boca, nariz, e ouvidos.
Palavrões?
Todos e muitas vezes! e se os usar com esta frequência é sinal que estou:
ou feliz
ou mt irritada
ou bêbada
ou que estou mt à vontade convosco.
(ou que me estou a exceder!)

Lado da cama?
A cama toda, grande, e muitas almofadas.
Toma banho todos os dias?
E demoro pa xuxu desde que me dispo, até que me volto a vestir. (E até vos explicava todos os passos, mas fica pa outra altura.)
Gosta de toalhas quentes?
E felpudas ( não confudir com novas e cheias de pelo que se agarra a nós que nem penugem).
Ursinhos de pelúcia?
Pelúcia?
Na minha terra é peluche. E na hora do jantar diz-se que “o comer tá na mesa”.

Acredita em si mesma?
Quando me disponho a isso, sim! Até ao fim.
Dá-se bem com os seus pais?
Dizem que as discussões são saudáveis né?
Gosta de tempestades?
"Desde que não sejam em copos de água ...É que tenho pouco espaço!" (adoro esta frase e até tenho vergonha de vos dizer onde a li.)
As minhas, que metem água, no limite servem muito bem para assentar poeiras e lavar estradas.
Desporto?
Já lá vão alguns meses.
Passatempos e hobbies?
Tudo o que é passatempo que sai na Maria e na Ana Mais Atrevida.
Quanto a hobbies, agora na altura do Natal os bordados têm sempre muita saída.

Fobias e manias?
Tenho fobia a ondas de azar! Manias fica para um próximo (post), porque: Pois estamos Amora!).
Quantas vezes o seu nome já apareceu nos jornais?
Ainda nenhuma.
Cicatrizes no corpo?
Tenho uma sumida linha na mão esquerda de uma jura de sangue. (esqueçam la isso. Não se cortem nem se arrisquem a apanhar SIDA que não dá em nada.)
De que se arrepende de ter feito?
De ter acreditado que queria fazer este questionário.
Cor favorita?
PRETO e depois as outras.
Um lugar onde você nunca esteve e gostava de ir?
Quénia, Amazónia, Grand Quenyon… AH, e Japão (quase me esquecia. Mas amava ir! Havia de trazer de la tanta merdinha foleira que não serve pa nada, e que mais ng dá valor a não ser eu…)
Manhãs ou noite?
Noitíssima! (mas o sol é mt a minha vida!)
O que tem nos bolsos?
Não tenho bolsos.
Que faria se fosse primeiro-ministro?
Gozava dos prazeres de ser um homem, roubava muito, e depois despedia.me e mudava de sexo pa voltar a ser mulher.
Se ganhasse o euromilhões que faria ao dinheiro?
Punha-o todinho a render no Banco (disse-mo quem sabe), e vivia apenas dos rendimentos disso, que seriam suficientes para poder saldar as contas que “tenho” por saldar, pôr toda a gente que amo um bocadinho mais confortável, comprava prendas para muita gente, e depois, epah, depois n posso dizer pq só me apetecem coisas sórdidas demais.
Eu gostava por exemplo de ter o meu perfume em tamanho gigante, e que uma só vaporização me perfumasse o corpo todinho.
Se lhe caísse nas mãos a lâmpada de Aladino o que faria? Que desejos pediria?
Finalmente me perguntam! Penso nisto desde criança:
1º pedia que me desse direito a mais 1000 desejos.
2º pedia que me avisasse quando esses desejos estivessem a 10 do fim.
E cagava po 3º! :D
(e quando era pequenina achava também que existiam mesmo tapetes voadores…)

Se o Mundo acabasse hoje às 23h59, que faria até lá?
Odeio esta pergunta! Quase tão má como “gostas mais da mãe ou do pai?”
Se tivesse um filho sem saber como, sem razão nenhuma, que faria?
Teria que começar a pensar em que noite tinha eu sido violada sem me aperceber.

sexta-feira, novembro 24, 2006

Quiz

Altura: 1,70
Que sapatos está a usar? Nenhuns, só umas meias cor de laranja...
Medo? Muito e de muita coisa.Objectivos a alcançar? Ser mãe!!! e ter uma vida confortável e um maridão! E pronto, tá bem, ter um emprego engraçado pra ocupar as ideias.
Frase que mais uso no Messenger? Não faço ideia… AMOORAAAAA, qual é??
Melhor parte do corpo? A minha não sei, a deles é o V na anca! Nha-miii!
Palavrões? Muitos! Lado
da cama? De lado, de gatas, a fazer o pino… oh fofo! Tu mandas!
Toma banho todos os dias? TODOS pá! TODOS! (ahahaa! Só o spencer é que vai ler isto como deve ser)
Gosta de toalhas quentes? Gosto de me enfiar na cama dps do banho.
Ursinhos de pelúcia? Nunca liguei nenhuma a ursos de peluche. Mas no outro dia compre um elefante no IKEA e tenho dormido com ele.
Acredita em si mesma? Muito pouco.
Dá-se bem com os seus pais? Cada vez melhor.
Gosta de tempestades? Adoro! Mas uma por ano chegava…
Desporto? Gosto de ver. Fazer cansa um bocadinho.
Passatempos e hobbies? Perco o meu tempo todo no msn. É a triste realidade. Leio no comboio e saio muito à noite, serve?
Fobias e manias? Uiiiiii! Milhões delas! (ainda estamos a dever um post sobre manias!)
Quantas vezes o seu nome já apareceu nos jornais? Não faço ideia.
Cicatrizes no corpo? Cicatrizes só na alma. O corpo tem se safado bem. Só tenho ums marcas de feridas nas canelas…
De que se arrepende de ter feito? Se dissesse arrependia-me de ter dito.
Cor favorita? Muitas.
Um lugar onde você nunca esteve e gostava de ir? Cabo Verde
Manhãs ou noite? Noite! Noite! Noite!!
O que tem nos bolsos? Um isqueiro amarelo, um bilhete de comboio, um papel de uma barrita Special K chocolate, e um papel de Filipinos Big Stick!
Que faria se fosse primeiro-ministro? Tudo o que estivesse ao meu alcance para dar um vidinha menos miserável ao meu povão. Vota B.A.B.E.!
Se ganhasse o euromilhões que faria ao dinheiro? Gastava-o sem pensar em preços. Fazia a minha mãe feliz. Pagava uma noitada a toda a gente. Comprava uma casa e passava 3 meses a passear em lojas de decoração. Ia viajar… Comprava uma ilha. Antes disto tudo ia para o terraço dançar nua à chuva para celebrar.
Se lhe caísse nas mãos a lâmpada de Aladino o que faria? Que desejos pediria? Pedia-lhe crédito ilimitado e punha-o quietinho na dispensa.
Se o Mundo acabasse hoje às 23h59, que faria até lá? Despedia-me de toda a gente que conheço. Ligava ao meu pai, abraçava a minha amora com toda a força, ia para casa dele e fazia amor até chegar a 00h.
Se tivesse um filho sem saber como, sem razão nenhuma, que faria? Que cagalhão de pergunta…. Oh
Shoo pá! Quero o meu dinheiro de volta!!!!

quinta-feira, novembro 23, 2006

Todas as cartas de amor são ridículas!

Pergunta para 1 milhão:

O que é que é mais rídiculo que uma carta de amor?


Resposta:


Enviares essa carta de amor para 20 pessoas da tua nova turma por engano!

Qu estupidez GIGAAAAAANTE!

Imaginem só uma carta que um ex pseudo-respectivo/a vosso vos enviou, com todos os pormenores que uma relação inclui, nos ecrãs dos vossos queridos colegas e professor incluído, com quem vocês não têm a mínima confiança!


Tudo o que eu possa dizer a partir daqui que não seja: carlhão, fodasse, pké que eu sou tão despistada e troquei a puta dos documentos, só porque tinham o mesmo mês, apesar de um ano de diferença, é completamente dispensável.






Fonix, que rIdÍculo!

Vícios de boca

O consumo de amoras em demasia causa danos irremediáveis nas pessoas que delas fazem seu uso!




Passagem d´ano 2005/2006 elevado grau de intoxicação

Algures em ...Maio, tlvz! A vir do Lux Muiiiiiiito intoxicadas

Algures em ...Maio, tlvz! A vir do Lux tão intoxicadas como na anterior!


Há cerca de um mês Bem intoxicadas


Há 2 semanas. Bairro Taoooooooooo intoxicadas!


Portanto: Cuidado ao consumir as Amoras!

terça-feira, novembro 21, 2006

posts pedidos - a palavra aos comentadores

gonçalo said...
fotos tuas...e da namorada ;)

said...
em poses claramente compremetedoras

iksvodaled said...
...ou fotos do rabo da keyra (RAIS PARTÁ KEYRA!)

Headache said...
Diz que é uma espécie de magazine? (oi?)

tiagugrilu said...
Fotos de rabos, em geral... Ou então de José Veiga.Ou do rabo do José Veiga, agora depenado.



Headache said...
Contem uma cena bizarra que se tenha passado na faculdade.

Entrei na faculdade e 4 anos depois estou a sair dela com um curso na mão. Com o nivel de esforço que fiz, isso sim, é bizarro. E a Marta do Big Brother foi da minha turma... também é bizarro. Mas bizarro, bizarro é o Professor Landerset. Ruivo (pintado), com uns olhos azuis cavernosos que parecem que te sugam a alma, uma voz de trovão, tiques irritantes, alto, magro, fatinhos de marca em tons horríveis (verde pastel era o preferido) com cintos com figuras, as calças puxadas até ao pescoço.... o homem tava bem era num quarto desses de ritz, com meninos do Parque Eduardo XVII a fazer-lhe coceguinhas na virilha enquanto ele bebia o seu "Visque". Bi-bizarro.

ShooGirl said...
... vamos lá cortar com a testosterona aqui do blog, ou então: aumentá-la exponencialmente. Se tiverem que pôr fotos de cús ou pessoas nuas, ponham de GAJOS, boa? Sempre dá para aliciar a vista...

Ah ganda shoo! E ganda cú! E há mais! Dou-te o link no MSN :p

segunda-feira, novembro 20, 2006

quinta-feira, novembro 16, 2006

love. vegas. love vegas. vegas love.

He said: 'Honey, We're in Vegas. This is Love. Let's get married tonight.'
But This is Vegas.

This ain't Love.

And i just wanna FUCK U in some cheesy

MOTEL

não me dou bem com amores em fast foward8

quarta-feira, novembro 15, 2006

Tsunami no Japão



Amo-te mais água que as torneiras
Amo-te muito mais alto que as nuvens
Amo-te mais vento que as tempestades
Amo-te mais
Amo-te mais palavras que um livro
Amo-te muito mais noites que o verão
Amo-te mais longe do que o Japão
Amo-te mais, mais
Amo-te mais, mais
Amo-te mais e mais e mais e mais e mais e mais

Cheira a morte.

E só quando o cheiro da morte nos atola os olhos , é que nos apercebemos de quantas lárgimas desperdiçamos com o cheiro de vidas que não merecem o nosso choro.



Em dois dias morri um bocadinho.
Hoje continuo a morrer contigo.
E hoje morro também com o pânico de morrer comigo.



(...)



Fazes-nos tanta falta!
Eras mais gente, que tanta gente.
Amanha acho que vou finalmente levar-te à praia.
Queres vir?
E deixas-me chorar mais um bocadinho enquanto te imagino a correr feliz pela areia?

(...)

terça-feira, novembro 14, 2006

Mudaram as Estações - Cássia Eller

"Mudaram as estações, nada mudou. Mas eu sei que alguma coisa aconteceu porque está tudo assim, tão diferente. Chegamos um dia a acreditar que tudo era pra sempre, sem saber que o pra sempre, sempre acaba.

Mais nada vai conseguir mudar o que ficou
Quando penso em alguém, só penso em você
E aí então, estamos bem.

Mesmo com tantos motivos para deixar tudo como está, nem desistir nem tentar agora, tanto faz!

Eu sei que estamos indo de volta pra casa. "

Mesmo com tantos motivos para deixar tudo como está, queria voltar a ter tudo como esteve.
A ser tudo o que fomos.


São músicas como esta que me fazem pensar que o ser humano é todo feito do mesmo material. São radiografias ao coração e ao estado d'alma.
Ninguém inventa sentimentos...
Estes meus já foram dela. E os teus são os meus.

sexta-feira, novembro 10, 2006

6a feira, véspera de S.Martinho



Bom fim de semana!

não precisas dizer que me amas

All Inclusive

NUNCA casar com um Publicitário

OU com qualquer outro espécime cuja classe profissional implique : Vida social activa, Boa apresentação, Jantares de negócios, Reuniões que obriguem a um deslocamento prolongado, Proximidade física e relacional com o objectivo de agradar a outros e conquistar confiança, Festivais, Entregas de prémios, Produções no Estrangeiro, e todos os mais afins que se encaixem no tão aclamado serviço All Inclusive!

Conselho de amiga!!!!!

Caso se apaixonem perdidamente: Boa sorte!
E já agora tentem enveredar por uma carreira semelhante. Ao menos vai dando pa vingar.


“Se não AS podes vencer, junta-te a ELES!”

quinta-feira, novembro 09, 2006

Keyra Agustina


Amora, desculpa, mas nunca falámos acerca de que tipo de conteúdos que podiam e não estar neste blog, pois não?
E sempre partimos do princípio que se aceitava tudo, right?

Pormenores à parte, acabo de conhecer o fenómeno Keyra Agustina, através de um outro Blogger (devia dizer o nome,
iksvodaled? ahahahah).
E não achasse eu que isto é realmente um fenómeno, não estaria a fazer um post sobre a miúda.

Sim, porque é uma miúda, tem cara de miúda, menina. É gira, engraçada, nada do estilo “enfiar saco na cabeça”.
Epah, mas o que a miúda tem de espantoso é o rabo.
É que é incomparável.
Inacreditável.
Inconcebível.
Please, cliquem no link :
http://www.aztepajas.com/fotos/keyra-agustina/pages/argentina037xd_jpg.htm
Esta miúda tem um mega rabo gostosão tesudão, ultrafirme, e sem celulite nenhuma. E nem tem as típicas borbulhas de pêlos encravados que as tipas desta “classe” costumam ter (pêlos esses que são loirinhos – mt provavelmente alourados – e que os mostra sem pudor, acho mt bem pq não passam de penugem. E até porque de resto e no que toca a pêlos, tem uma “brasileira” muito bem feitinha.)

Estou estupefacta a passar foto a foto. Juro. E não, não sou fufa.
É que volto a dizer, isto é INCONCEBÍVEL.
Hey!
Ó gente a.k.a.gajos que devem saber mais que eu sobre ela (é que não tenho paciência para perder o meu tempo a procurar a historia da vida de uma gaja com um mega rabão), sabem se aquilo tem silicone?
É que só pode.
Porque ela é toda magrela, mas o rabo…meu deus, é transcendente!
Acham que há algum tipo muito específico de exercício que faça o rabo ficar assim?
Por favor contem-me expliquem como se pratica, porque mesmo que o meu ficasse pela metade, acho que já era muito bom.
Caraças, eu acho que nem sabia muito bem o que fazer com um cu destes. Correcção: Se tivesse=possuísse=fosse meu no meu corpo, um cú destes!....

Ah, e já agora, como gaja que sou, não podia deixar de apontar um defeito: pah, aquela cratera de 3 metros entre as pernas era escusada!
Hum, e ó Keyra, baby, já mudavas esses papeis de parede, esses shorts de algodão aos quadradinhos, e essas cadeiras de madeira escura, que nada disso é fashion.


Bom…e acho que é tudo!

Não sei muito bem se tenho a noção que acabei de anular completamente a probabilidade de quem quer que seja ler os posts anteriormente postados, porque acabo de espetar uma bunda no olhaquefoudass, e de fazer “O elogio ao rabo da Keyra”.


Ah, e só mais um apontamento, a foto foi ligeiramente editada por mim, mas somente nas cores, porque as fotos que ela tem são todas tão caseiras, e “sem graça” iluminativa, que tive de o fazer.