quarta-feira, dezembro 20, 2006

Menina Doutora

O despertador toca cada vez mais rouco e o meu ouvido faz-se cada vez mais mouco para o ouvir. O rabo pesa para sair dos lençois. Este frio pá! E os caracóis que têm de ser lavados para ficarem decentes.
Não ter que comer porque não fui ao supermercados. Não ter que vestir porque não passei a ferro ontem e pior, porque me esqueci delas estendidas lá fora. Ter de fazer isso tudo... a esta hora!? Com este frio?!?!
Perder um, dois... merda! Três comboios! Ir às horas que já ninguém vai e mesmo assim não ter lugar sentada no comboio. E quando finalmente me sento, uma senhora perfumada demais vem falar ao telemóvel para o meu ouvido. Guardo o jornal. Não consigo ler a ouvir aquele zum zum baunilhado. Merda!
O escritório gelado, e os sorrisos dos colegas mais ainda. A ironia gasta do "boa tarde" da praxe.
8h de papéis e telefonemas. No mesmo sítio, à mesma hora, a mesma rádio... ah! mas hoje riscamos o café de sempre. A máquina do café faleceu-me nas mãos. A tal que é, segundo o José, a origem de todos os problemas da empresa. Cá pra mim fartou-se do mesmo que eu e deixou de vomitar o mesmo café de todos os dias. Fez ela senão bem.
Tenho na cabeça a campainha dos pais e avós "não te deixes andar nesses biscates". Biscates.
Tenho na cabeça as contas que são sempre curtas demais, mesmo indo de contra mão aos amigos que me julgam multi-bili-trili por andar a fazer "esses trabalhos todos".

Tenho em todo o lado as saudades da faculdade. De todas as partes dela.

E sei que vou ter saudades desta entrada no tal mercado que não vende fruta, nem peixe, não vende nada. Só nos consome e nem nos compra pelo preço certo.

Ninguém nos ensina nada de jeito nem nos ajuda como deve ser. Valemos por nós e pela sorte que nos calhar ao calhas.





Chegar a casa, descalçar as botas e tomar um banho ao som das mornas da Mayra.
Respirar fundo.
Tudo melhor!
Vou passar a ferro. Amanhã apanho "o das 42" e chego a horas a mais um dia destes mas melhor que este!

4 comentários:

disse...

Ora bem, vou-te ensinar o que rende.
Se o teu despertador foi produzido nos últimos 12 anos provavelmente tem 2 alarmes. E se tens dinheiro para pagar a internet tens dinheiro para comprar um daqueles aquecedores ranhosos que custam menos do que um par dos teus sapatos.

Baseando-me nessas premissas, e sabendo que posso estar a presumir demais, o que rende é isto:

Segundo alarme: hora que acordas

Primeiro alarme: 20 a 30 minutos antes da hora a que acordas

Quando tocar o primeiro alarme esticas a mão e ligas o aquecedor que deverá demorar 20 a 30 minutos a inundar a tua habitación de um calor abafado, mas bem-vindo.

Sem mais demoras,

Anónimo disse...

zé: dois tiros na água.

o meu despertador é a minha aparelhagem que toca uma vez só e durante meia hora. está programada para tocar 1h antes do previsto porque depois dela ainda vêm os 4 despertadores do telemovel.
e nem assim!

e o aquecedor foi ligado em meados de Novembro e só conta ser desligado lá pra Abril, quando este frio da porra passar!

e just 4 the record, não compro sapatos caros. não compro quase nada caro!

no entanto, mto obrigada ;) podia ter sido uma grande ajuda!

Headache disse...

Existe uma coisa que se chama "programador de tomadas". Colocas isso na tomada onde se liga o aquecedor, para que ele ligue e desligue a horas certas e assim não debite calor desnecessário durante a noite (inútil) e se ligue a tempo de te aquecer antes de entrares no banho (um segundo aquecedor na entrada do banheiro ia que nem ginjas).

Outra alternativa é um programador destes na tomada onde se liga a torradeira e a máquina do café/jarro eléctrico em casa, de modo a que esteja tudo pronto quando se sai do banho.

A alternativa aos 4 alarmes é arranjar um despertador bom e deixá-lo fora do alcance, para que uma pessoa se destape ao ter que o desactivar e assim ajuda a acordar.

Todos estes conselhos vêm de alguém que não os põe em prática, mas mesmo assim anda mal-dormido. A noite passada foi uma directa.

code disse...

se não conheces o fim, faz da viagem o destino