segunda-feira, dezembro 25, 2006

O presente ideal

Como ter sucesso no acto de presentar alguém, por B.I.T.C.H.
(Isto se o objectivo é ter sucesso e não provocar apenas mais uma desilusão, ou derrubar expectativas.)
Portanto, das 2, 3 ou 4:

1. Começar por não alimentar expectativas, assim não há esperanças a cobrir, e se tudo correr mal, ninguém sai desiludido. “Olha que a tua prenda não é nada de especial!”, “Não, este ano não te vou dar nenhum presente.”Tás à espera de um camião carregado? Não te iludas que so tenho uma prenda pa ti”, E ainda “Eu comprei-te uma coisa, mas para além de não ser nada de especial, nem sei bem se vais gostar”.


2. Estar atento um mês antes do dia da oferta e comprar algo que é realmente preciso. Ainda que não seja a prenda do século, nem a mais surpreendente, dará muito jeito. E não há nada como suprir uma necessidade.
Atenção que não estou a falar de pisa papéis (que coisa mais sem jeito. Como se os papeis precisassem ainda de mais alguma coisa para lhes colocarem em cima, e não se bastassem já enquanto amontoado), conjunto de caixas de vários tamanhos para se pôr sabe-se lá onde ou com o quê la dentro só porque se ouviu "ando com falta de arrumação", ou até molduras vazias, que não são sequer bonitas nem trazem nada nem ninguem para ser apreciado!
Trata-se sim, de uma prendas que saibamos que a pessoa estás mesmo a precisar e que por razões que agora não importam, ainda não têm: Um verniz base, transparente e fortificante “porque as minhas unhas andam uma miséria, sempre a escamar”; Aquele livro de Historia de Arte que “veio mesmo a calhar porque vai ser preciso para a faculdade e custava um dinheirão que não me apetecia gastar num livro”; Umas pantufas giras e quentes porque “As minhas pantufas estão uma miséria, com um buraco no dedo grande, e já sem sola.”

3. Oferecer qualquer coisa que temos a certeza de que a pessoa gosta mas que jamais iria gastar dinheiro nisso, por ser fetiche, panca, desejo ou simplesmente curiosidade. Um corpete com cinto de ligas. Umas cuequinhas tigresa ou transparentes Um kamasutra. Uma maquilhagem bem preta. Umas pestanas ou unhas postiças. Umas luvas até ao cotovelo. Um Anel love vibration, da Durex.
nota: Aplicar esta teoria torna-se um pouco mais dificil quando se trata de alguém que gasta dinheiro nos seus fetichess, pancas, curiosidades e desejos. É que nestes casos a parada eleva-se.

4. Oferecer algo que possa ser partilhado com a pessoa que oferece. O comprovativo de uma marcação num jantar a dois, “naquele” restaurante. O Anel love vobration e o kamasutra. Um ganza de erva já enrolada com muito amor e carinho. Um bilhete de avião. Uma reserva num Hotel. Uma folha de uma agenda arrancada e com uma marcação de uma qlq actividade em determinado dia e a determinadas horas. Um cd para ouvirem juntos. Um dildo (ok, tou a gozar).
Nota: É importante que qualquer um destes presentes seja acompanhado de um bilhete com uma explicação, não vá a partilha dar-se sim,
mas com outra pessoa.


TER EM ATENÇÃO QUE:
1. A formula "para se ter sucesso no acto de presentear alguém, by B.I.T.C.H", tem uma taxa de exito bastante mais elevada quando aplicada a mulheres, e de sucesso quase completo, quando aplicada a mim.


2. É ridiculo oferecer prendas feias e inúteis. Parem com isso! Tentem resistir a dar uma merdice qualquer.


3. Ah, e não pensem que me estou a queixar, porque este Natal fui uma sortuda. Geri a porcaria das expectativas porque sabia que não ia ter nenhuma mega surpresa ao estilo carro novo com laço em cima, ou chave de apartamento (ganda loleeeee). Recebi coisas lindas que me dão um jeitaço (2 delas que fui eu que escolhi mesmo). E ainda outra que me surpreendeu (e que por acaso vou trocar, mas valeu sor ter sido comprada a pensar nas minhas tonteiras).
Faltou-me receber uma e tudo seria perfeito...


2 comentários:

Headache disse...

A minha cunhada recebeu de três familiares diferentes (do lado dela) conjuntos de panos de cozinha e pegas de forno :)

E ainda livros de culinária e afins.

How we lolled.


:)


Espero que te tenhas divertido.

Anónimo disse...

eu fico com as do passo 4. por essa mesma ordem: jantar, sexo, erva, avião, hotel...

ai... tou cheia que nem um peru e muito bem regada! este foi o ano em que me assumi como bebeda à minha familia! :)


e de resto, é esse o truque para lidar com o dito... low expectations!