quarta-feira, novembro 29, 2006

Verdade ou Mito urbano?

Estou preocupada!
Depois de sábado a Amora me ter advertido (ui que erudita) para o facto da Sôra Dona Judite (aquela vaca) já estar a fazer os testes de despiste de drogas (tou a imaginar um monte de plantas, comprimidos, pós e cristais a correrem pela rua, feitos parvos uns contra os outros) nos condutores.
Posto isto, e porque não tenho mais nada pa fazer da vida, fui averiguar, ao que descobri as seguintes informações disponíveis na
net:

“A ocorrência de um acidente é uma das razões que levam as autoridades a fazerem testes de despistagem do consumo de drogas e de álcool.”
O que não os impede de numa operação stop normal, como as dezenas que acontecem mensalmente nas ruas de Lisboa, resolverem "despistar-nos" as drogas!

“Os condutores vão ser submetidos a testes para a Polícia saber se estão sob efeito de drogas ilegais ou de calmantes.”
Os lexotans que tomo de vez em quando não servem como desculpa, não? Nem os RedBull em quantidades exageradas que bebo, não?

“A nova lei (…) que permite os testes de despistagem,(…) como no caso do álcool, entra em vigor no início de 2007.”
Tou memu a ver, logo dia 1 Janeiro tão os bófia todos contentinhos à beira da estrada de braço a dar a dar.(Aqui está mais uma razão para arranjar planos interessantes e baratos, fora do país, onde n tenha de conduzir. )

"As polícias portuguesas vão detectar na estrada o consumo de drogas pelos condutores através de um teste rápido de saliva, suor ou urina."
Dasss, Saliva? Mas eles não sabem que o pessoal fica ca boca seca? Urina? Também não estou a ver “- Boa noite xôra condutora, faça o favor de se agachar e meter o rabinho de fora, e fazer aí um xixizinho atrás dessa moita.” Quando ao suor não tenho nada a dizer.

“Cocaína, heroína e demais opiáceos, canabinóides e anfetaminas são as drogas especialmente sujeitas a fiscalização. Outras podem ser pesquisadas, mas quanto ao ecstasy ainda não é certo que seja possível.”
Haja alguma que escapa. Aposto que as xtilhas vão começar a ficar mais caras, associado ao aumento da procura. E já agora pode ser que as restantes desvalorizem.

"Estão previstas coimas de 500 até 2500 euros." Afinal as drogas tb andam sujeitas a imposto.

"Em conformidade com o novo Código da Estrada, tudo isto é igualmente válido para os peões, se intervenientes em acidentes de trânsito."
Hã? Ta o carocho na sua vidinha tranquila, na base do “se bem”, chega um craze tunning, passa por cima do carocho, e depois o pobre coitado é que ainda tem dir a tribunal? Epahhhhh. Qualquer dia as velhinhas que demoram a atravessar na passadeira, e que são atropleadas por autocarros, tb têm dir fazer testes de despistagem de arteroses e osteoporose. (bom, digamos que se eu atropleasse um carocho que se enfiasse na minha frente, tb não ia achar garcinha nenhuma.)

"Mesmo relativamente ao haxixe, habitualmente referido como droga leve, o consumo é considerado incapacitante para a prática da condução."
Ok, nisto estamos de acordo. Uma pessoa com a moca vê um carro parado, pensa que tem de travar, bate e so depois carrega no pedal (e acertar no do meio já é uma proeza).

Já agora ficam tb com os números:

774 autopsias a vitimas mortais em ´05
277 = condutores
88 = peões
46 = passageiros e
363 = em situação desconhecida
(os que estão no local errado à hora errada!)

33 = consumiram drogas
6 condutores+ 1 peão + 3 passageiros = haxixe7 condutores + 1 peão + 3 ocupantes = cocaína1 = Aftaminas


5 condutores + 1 ocupante = heroína


Porque é que isto não dá 33? Ficam 5 de fora que devem ter consumido outra coisa qlq dificil de despistar. Cogumelos, quem sabe. Será que os cogumelos tb se despistam?


A grande questão no meio disto tudo é: Se já é lixado chegar a casa e dizer: pai, fiquei sem carta, porque fui apanhada com alcool. Fica completamente impossivel chegar a casa e dizer: Pai, mãe, fui apanhada com substâncias psicotrópicas no organismo.
Porra, é que nem quero pensar. Punham.me logo num centro de desintoxicação, trancavam os armários com cadeados, e antes disso ainda me deserdavam de quaisquer bens que estivessem a pensar dar-me e ficava tb sem o serviço de porcelana Vista Alegre e o Faqueiro da Mundial Casa.
Puf...caía o carmo e a trindade.


ps: Todas as declarações que aqui faço são por pura diversão, porque eu sou uma rapariga jovem adulta muito reinadeira.
É verdade que também gosto de me divertir com o meu grupo de amigos, mas não sou de muita galdeirice.
Saio mais durante o Verão, quando vou a um bailarico ou e«outro nessas festas em homenagem a santos padroeiros.
So bebo em casamentos de família onde os pais estão presentes, e normalmente é um copito de Baileys que me faz corar um pouco e rir-me um bocadinho mais alto.
E foi no casamento da minha prima amélia, aquela em 3º grau filha dum primo do meu pai que experimentei pela 1ª ( e ulima) vez um charuto (aquele cigarros muito grandes e gordos e castanhos que cheiram mal).
Fora estas reinadices, sou uma pessoa muito calma e caseira.


Queria deixar-vos aqui uma ilustraçãozita ou um filmezinho, mas afinal não posso.

13 comentários:

disse...

Então mas isso quer dizer que não posso mais snifar aspegics antes de conduzir?

B.I.T.C.H. disse...

ahahahahah, disse!
Dos sapatos caro zé! alma dos sapatos! (e aqui entre nós, duvidê-ó-dó!)

Yah, a coisa ta preta. Nada de branca!

iksvodaled disse...

é por essas e por outras q aprendi a gostar de andar de taxi. só peço q o condutor n fale muito e q saiba ler a morada q está escrita no papelucho que me acompanha sempre. Já agora q n vá aos solavancos pª n haver o risco de termos o caldo entornado (q trocadilho mai lindo este).

Jack Porra disse...

Parabéns pelo blog (passei aqui por acaso). Está engraçado.

Já agora também estou um pouco preocupado com o controlo que a GNR & Cia vão passar a fazer à malta...suspeito que os resultados vão denunciar aquilo que já todos sabemos: metade do País está drogada e a outra metade está a precisar.

B.I.T.C.H. disse...

Iks: o teu trocadilho foi quase tão bom como o meu! ahahaha, saímos cá uns trocadilheiros!

Jack: Obrigada e volte sempre.=)


Já agora, pessoal, seriam interessante que se começassem a procurar "antidotos" e formas de minimizar a coisa, como o café e as pastilhas elásticas po alcool!

B.A.B.E. disse...

hoje é natal neste blog!


AAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHA!

chovem pérolas! :)

B.A.B.E. disse...

hoje é natal neste blog!


AAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHA!

chovem pérolas! :)

iksvodaled disse...

metadona. diz que resulta.

disse...

foda-se vocês mais a alma dos sapatos. não diziam nada e eu ficava a pensar que era uma GANDA dica. assim sei que é só mais uma expressão idiomática merdosa...

Headache disse...

Um momento de seriedade, se possível: sou completamente contra pessoas que conduzam alcoolizadas ou alteradas a nível mental. Já fui conduzido por colegas "tocados" e até hoje estou para saber como correu tudo bem. Já vi "n" acidentes, inclusivamente 3 consecutivos a acontecerem à minha frente numa manhã de Ano Novo e todos foram causados por pinga a mais. Acho que é um verdadeiro problema.

B.I.T.C.H. disse...

Sinto.me na obrigação de tb dar um tom sério à coisa so pa explicar que eu não sou nenhuma apoiante de condução sob o efeito de drogas e alcool.

E não vou comentar mais o lado serio da coisa pq nãp tenho argumentos serios que bastem para defender o outro lado!

Headache disse...

Obviamente percebi que não estavas a fazer a apologia da condução sob o efeito de substâncias (alcoól e restantes). O problema são aqueles que se acham capazes de conduzir depois de apanharem uma tosga daquelas.

Headache disse...

No entanto, tal como o Bill Hicks, concordo com o uso de drogas (menos na estrada):

"I think drugs have done some good things for us. I really do. And if you don't think drugs have done good things for us, do me a favor. You go home tonight and take all your albums and all your tapes and all your Cds and burn them! 'Cause you know what? All those musicians that made that great music that has influenced you and enhanced your life throughout the years...? REAL FUCKIN' HIGH ON DRUGS"