quinta-feira, setembro 07, 2006

Arranha keu gosto!

Miúda, tenho saudades tuas.
Nem sei como é possível estar a dizer-te isto porque na verdade nunca achei que isto pudesse acontecer.
Sempre fui um galinha, tu sabes. Nunca me agarrei a ninguém, nunca quis saber de ninguém, as pessoas eram somente aquilo que eram em determinado momento, Depois disso, já não interessava, mas tu...
Acho que depois daquela noite fiquei louco. Foste tão fácil como as piores, e tão difícil como as melhores.
Não me sais da cabeça, nem as tuas mão a arder e a tua boca.
Fico doido se penso na tua boca!
A tua boca na minha, em mim...

Flipa Flipa...











E depois eu acordo!
E lembro.me que tava apenas a sonhar com o miar de um gato!

4 comentários:

Abssinto disse...

É, os gatos miam. Os homens também. E roçam-se e olha, até arranham.

"Foste tão fácil como as piores, e tão difícil como as melhores"... A reter.

Um beijo.

B.I.T.C.H. disse...

A (der)reter!

;)

B.A.B.E. disse...

fico emocionada com as explosões de criatividade que acontecem neste blog. há posts e comments que me provocam arrepios de comoção!

de pé: BRAVO!

ShooGirl disse...

AHAHAHAH GLORIOSO...
Ai... ai... uma 'ssoa sonha com estas coisas (como diria ela própria né!)... muuuuuuito bom. Gatinho faz ron ron faz...

AAAAAAAHHHHHHHHH onde andam eles?!