sexta-feira, setembro 07, 2007

Eureka da Queca ou A Teoria que Vai Finalmente Facilitar Todas as Relações Homem/Mulher em Apenas Dois Parágrafos


Não sei se li ou se inventei, sei que hoje a meio de um filme merdoso* desviei a conversa para uma teoria que, não só faz todo o sentido, como explica tudo o que há para explicar na vida!!!!

Ora bem, como animais que somos, apesar do magnífico atributo da razão, não deixamos de seguir aquela coisa chamada instinto, certo? Hmm Hmm!
A teoria vem agora:

Tanto o macho como a fêmea têm o instinto procriador. Certo? Mais que certo! A diferença é que para o macho, o factor que mais interessa é a quantidade da reprodução enquanto que a fêmea se preocupa com a qualidade da mesma a.k.a. a fecundação do óvulo. Ou seja, o interesse do macho é copular com o maior número de fêmeas possível enquanto que a fêmea prefere acasalar o maior número de vezes possível (SIM!) mas com o mesmo macho, para que haja maior probabilidade de sucesso na fertilização.

Certo?!?! (e aqui entram vocês com os vossos argumentos que me vão levar a um segundo post sobre isto...)



É que se isto estiver certo, apago já o post e vou vender isto ao National Geographic, à TVI e ao camandro!!!!


E por falar em machos e fêmeas, tenho de vos contar esta! Hoje no Contacto (para quem tem a sorte de ter uma vida e não saber o que é o Contacto, um grande bem-haja), a Filipa Gonçalves (tem link, sim! ela está na wikipédia!!) deixou cair a seguinte pérola:

Quando passeio na praia, faço parar o trânsito!

(aos dois fãs da Filipinha que vão contestar isto: eu sei que a praia de carcavelos é em cima da marginal, e que isto até é possível MAS teve piada. Eu ri-me! Ou então sou eu que sou uma palerma, pronto!)

Voltando à (minha) teoria, estou cá 2a feira para saber as vossas opiniões!

*Next - com o Nicholas Cage

8 comentários:

code disse...

eu quando passeio no meio da rua também faço parar o trânsito... pelo menos até agora tem sido assim :s

quanto à teoria, acho que vou precisar de efectuar vários testes e verificar a autenticidade da mesma antes de dizer alguma coisa... mas se já está mais que provado (bastando analisar os comportamentos dos animais) que o instinto de um macho tem esse aspecto da quantidade, resta saber se a fêmea se segue pela "qualidade" quando dizes "com o mesmo macho" porque uma coisa é a qualidade na fecundação do óvulo outra coisa é a qualidade na exclusividade de parceiro... mas se achas que tá relacionado quem sou eu para contrariar?? xD

Abraço,
André.

Headache disse...

Concordo com a teoria, mas o instinto pode sempre ser combatido pela educação.

Mas ele está lá sempre, no inconsciente.

Francis disse...

quem ?

B.I.T.C.H. disse...

Eu tb faço parar o transito.
Na passadeira.

Pera lá que eu ja cá venho dizer de minha justiça!

code disse...

pois, mas eu até agora nem preciso da passadeira... como disse basta passar na rua... até agora!!!! xD

Paul Newman disse...

a explicacao para o comportamento prende se com a proporcao de femeas para machos....na especie humana sao 7 femeas por macho, na maioria das outras um pouco menos.
O comportamento dos machos prende se com os milhoes de anos em que foram solicitados para fecundar varias femeas por ano...a monogamia tem 2000 mil anos...a nossa genetica tem milhoes...logo...o nosso comportamento apesar de socialmente reprimido acaba por ser instintivo...assim como as femeas tentam escolher o macho mais dominante....mais forte...mais saudavel...para produzir crias mais fortes e por proteccao...parabens pelo post, bem escrito e interessante:)

Piston disse...

Claro moça! É uma questão meramente biológica.

O que é certo é que os papeis estão cada vez mais invertidos.

Piston disse...

Mais acrescento:

Não se pode conduzir enquanto se vomita...