quinta-feira, maio 25, 2006

Cabras e santas!


Passo a Vida a dizer:

Pois pois, vocês gostam de namorar as “santas” e comer as “cabras”!

Levam as Santa pa mesa e a cabra pa cama!
Ou comem “à mesa” com uma, e “na mesa” outra!

Acham sempre muito apropriado o casaquinho de malha azul cueca, as calças de ganga por cima do umbigo, o cuecão da avó e o soutien branco de algodão, superconfortavel, quando se trata de levar os amigos do politacamente correcto, la a casa ao domingo pa almoçar ou ver o jogo de futebol. E acham ainda mais apropriado que ela fique sentada sossegadinha, que se limite a sorrir envergonhada quando leva um ou outro apalpão sem sal, mas que se faz questão que seja dado em frente aos amigos, pk afinal ainda têm de mostrar quem é que manda la em casa, e acham ainda melhor que ela se levante pa repor o stock de cerveja sempre que algum reclama de boca seca.

Mas quando se trata da “festa do ano” gostam mesmo é de levar a cabra! Fazem questão de pôr o seu melhor kit, porque querem ter a certeza que vão estar à altura do outfit que ela escolheu, que é invariavelmente cheio de cor, ou cheio de estilo, ou tem só os saltos mais altos da festa, a carteira mais original e o vestido mais fashion. Gostam de entrar lado a lado com ela na Disco da Moda, e não se atrevem sequer a ir de mão dada, porque as vezes nem se sentem à altura daquilo que levam ao lado.
Têm a certeza que por baixo daquele tecido todo (ou do pouco que vestem) está uma lingerie óptima que nem é de renda…mas tem “aquele” toque, que só de imaginar ou ver uma pontinha os deixa loucos de tesão!

Invariavelmente levam a Santa pa sair com os amigos, àquele barzinho nos arredores da cidade, do dia em que provavelmente ela ta cós azeites e ele até sabe que uma ou outra respectiva dos amigos tb irá! E vê-a chegar ao rubro quando a musica passa da “Comercial” pá “CidadeFM”, e ela se solta e abana ligeiramente as ancas em “devaneio” e dança em mais que 2 tempos! Deixa-a beber uma cerveja a mais, portanto duas, e leva-a para casa mais alegre que uma andorinha, e aí é “a noite da loucura”. Ela muda de posição e até lhe dá o direito à cansana, dizendo ainda uma ou outra asneira.

Na disco da Moda, vê a “cabra”, que conhece meio mundo, a dançar ao longe com umas amigas, e uns amigos, que fica sem saber se são gays ou não…mas que a vão agarrando. Excita-se com o movimento de anca que não sabe onde raio ela o aprende, e até fica com receio de perguntar. De vez em quando treme quando os cabelos dela voam com a ventoinha, e ela o fita de olhos semicerrados, como se viesse na sua direcção.
Dá uma cotovelada ao amigo de longa data, aponta discretamente e diz: É boa não é? E sem esperar a resposta diz orgulhosamente como quem pode aguentar com a bomba “ Andamo-nos a comer”. Ao que o amigo responde: Seu cabrão, sortudo do caralho!
No fim ganha coragem e vai ter com ela, consegue tira-la dali, e acabam a noite, provavelmente no banco de trás do carro dela, em mais uma daquelas falésias que “ela” conhece, ou chegam mesmo a ir até à cama de 2m quadrados que ela tem em casa, no centro de Lisboa. E sente finalmente a sua boca, a sua língua e o seu jeito, que esteve a desejar a noite toda! E mais uma vez se pergunta a si próprio, donde raio vem aquele jeitinho.



...

Bom,... ontem pus-me a pensar:
Será que os gajos com quem tenho estado ao longo da vida são os gajos com quem casaria e tinha filhos?

A duvida mantém-se!



To be continued....

8 comentários:

B.A.B.E. disse...

foudass
kisto deve tar tão giro e eu nao posso ler
tenho dir lavar a perereca, esfregar o sovaco, catar o piolho, sacudir a cera dos ouvidos...

e sair de casa em 20minutos feita GLAM QUEEN dos suburbios!

embebeda-me a ver se não acabamos a pedir boleia pra casa à porta do lux às 8h! dpois explicas-te à dona paula!

B.A.B.E. disse...

sobre o post (finalmente):

durante 5 anos achei que fosse ele o pai dos meus filhos. seria um pai com defeitos, e todos iguais ao do pai dele. mas no geral seria um óptimo pai!


e acho que os que vieram depois disso tb não seriam maus pais.

não tenho as tuas tendências xungas, nem as tendências violentas, nem morenas, nem cabelo rapado e olhos claros, nem as tendencias (a kath tem tendencias? lol) ...

se calhar tenho tendencia a gostar de rapazes (esta foi mesmo à 15 anos) que me pareçam bons pais de familia.


é como gostar de monovolumes!

tu és mais Lotus ;)


que merdice de comentário nao?

apaga-misto masé!

ai ai... ai aiaiaiaiaiaiai
tira mete puxa e vai

Maria Vinagre disse...

Mais vale gozar a vida sendo cabra, e de preferência com cabrões giros e que não saibam falar (coisa passageira).
Na altura de assentar é só escolher um bom pai para os nossos filhos! E de vez em quando odemos ser cabras com os nossos maridinhos! ;-)

Anónimo disse...

rídiculo... os homens preferem as cabras e as mulheres são atraidas por cabrões.

no fim somos todos egoitas... por muitas palavras bonitas que tentemos arrangar...

JM disse...

óptimo post. dá gosto ler estas coisas POP, que contêm o reflexo da actualidade. é bem melhor que poesia, pelo menos para mim :)

Parabéns.

Headache disse...

Acho que vocês são mais engraçadas e mais directas ao ponto que a Carrie.

Pena é isto não ser editado em livro. E digo isto sem brincadeiras.

Anónimo disse...

Hmm I love the idea behind this website, very unique.
»

Anónimo disse...

I find some information here.