quinta-feira, agosto 09, 2007

Ai ai os homens!

Certo dia, um gajo que não me dizia nada ha um tempinho, com quem curti em determinada circunstância - apesar de não ter chegado nunca a vias de facto mas onde havia uma daquelas quimicas que nós sabemos que está prestes a provocar uma reacção explosiva de fazer abanar o bairro a qualquer momento - abriu a minha janela e disse assim:

- Tenho que te dizer uma cena.
- Hum?
- Queria que soubesses que nunca mais te disse nada, mas gostei mesmo de tar ctg,
- E gostava de voltar a estar. Mas não quero que fiques a pensar que se te convidar é só para segundas intenções.
- Porque eu curti mt de ti, e acho que és uma miuda muita bacana para tipo hang out...Mas ando mesmo empenhado em reconquistar a minha ex namorada...

Ao que eu respondi qlq coisa como:
"1º obrigada pelo esclarecimento." (ODEIO mal entendidos, ficar pendurada ou impôr a minha presença a alguém),
"2º acho lindo. E acho que devemos mesmo lutar por quem amamos! É bom saber que ainda há quem corra atrás do amor :)" (e juro que disse isto com a maior das sinceridades e um sorrisos na cara até de quem ficou embevecido - como quando se olha para um homem com um bebé ao colo, sabem? Ohhhhhhhh que querido.)
"3º Ok, podes ficar descansado que eu prometo que não te vou morder quando estivermos juntos (ou não)"!



Acabada a conversa e fechada a janela, quando já ia a caminho de casa, dentro do meu pretinho batidissimo e a ouvir a minha O2...pus-me a pensar:

Tsc tsc tsc, Filipa, ...és muita tontinha e iludida não és? "Oh, que lindo, ele preocupou.se contigo, se calhar por ser mais velho foi homemzinho o suficiente para ser sincero, e deixar as coisas esclarecidas para não haver mal entendidos e tu eventualmente não apanhares uma balda um dia que se encontrem. E ele se calhar gosta mesmo da rua companhia, e amigos nunca são demais... E que bonito que é correr-se atrás de um amor!"
Duuuuuh, resumindo e baralhando, o que o gajo te disse foi o que a maioria diz, mas soube fazê-lo e disse com uma espécie de silenciador, em vez de quase te gritar aos ouvidos:
"O que eu quero mesmo é comer-te se houver oportunidade para isso, mas esquece lá compromissos, porque antes mesmo de isso sequer te passar pla cabeça, aviso.te que tenho mais que fazer. Ainda assim, ficas a saber que não sou de desperdiçar quecas, portanto Quando é que vamos ao cinema?"


E depois de todo este raciocínio, e passadas umas horas pensei:

Mas, e então? Acorda pá vida! O que tu hipoteticamente podias vir a querer dele não era de todo um compromisso, pois não? Então pára de pensar e vai masé ver um filme! :)

(foto gentilmente gamada dum mega flickr que um dia destes vos mostro!)



Decididamente, eu e os homens, somos como leite e limão....invariavelmente a coisa talha. Se for em noite de trovoada então...uiiiiiii!


7 comentários:

Jorge disse...

Por momentos pensei que ele te ia comer por parva.

code disse...

I'm with jorge. :s

Anyway... são opções tuas e ninguém te pode criticar por isso.

Eu, por exemplo, não acharia muita piada a essa proposta... em todo o caso, se é isso que queres vai lá ver o filme ;)

"Hang out"?? eheh, os nomes que eles "inventam" lol

Take care,
Abração ;),
André.

Contradições disse...

ehehehe eu acho que até devias ir ver o filminho. E quando ele vier com a conversa do bandido, tu dás a conversa à Seinfeld «gosto de ti como amigo» ... ah e tal não seria capaz! Isso sim, é lindo de se ver :D

ledz disse...

Oi,
Sou Brasileiro e achei o seu blog por acaso. Gostaria de me comunicar com alguem de Portugal, com você. Pode ser?
Se te interessar me mande um e-mail: jpaulomag@yahoo.com.br

Por sinal, que musica é essa do 'Death Proof' que vc colocou no blog?

Francis disse...

as meninas coitadinhas andam sempre a ver passar comboios, tadinhas pá, não se faz...são maus para elas.

Domesticador de ursas disse...

...acho q este dilema nao e um dilema...as mulheres quando os tem nao partilham dilemas...muito menos num blog....mas tasse bem..:)

B.I.T.C.H. disse...

Por acaso leste a palavra dilema em algum lado que nao tenha sido na tua imaginação?