sexta-feira, maio 11, 2007

A vida e os filmes

Estava a fumar, no vão das escadas (...).
Sai um homem apressado de um dos 3 elevadores, calças e colete azuis, patrocínio da Essilor nas costas e Capacete na cabeça. Na mão trazia, com muito pouco cuidado, um ramo de flores.
Empurrou a porta de vidro e entregou o ramo na recepção. Saiu apressado e meio mal educado, eu corri para pôr a cabeça dentro da porta e perguntei: São para quem?
- São para ti!

Depois desta fracção de segundos acordei e vi as flores a ir, na mão da C para o B.
Bah...

Claro que não eram para mim...como poderiam?

Mas apetecia-me tanto que fossem.
Mas aí seriam rosas, vermelhas e sem muita verdura, envoltas num papel escuro.
Ou tulipas pretas e brancas, como daquela vez em Paris, nos jardins do Louvre.

Ou uma orquídea num vazo, que eu tivesse de cuidar. Ou até uma cana de babu, num frasco tubo de ensaio em vidro.

Bom, é claro que um dia me entregarão flores onde trabalhar (mal de mim que isso nunca me aconteça...), mas aí é quando tiver um amor, consciente, construído.

Mas assim, desses de surpresa, de alguém secreto, com um cartão... Desses duvido algum dia receber.

No início os filmes tinham cenas retiradas da vida.

Agora acredito que desejamos que a vida possua cenas retiradas de filmes, telenovelas e séries.

Vou continuar a desejar e a acreditar.

Afinal, somos todos tantas personagens, não é!?



7 comentários:

code disse...

sem dúvida

abraço,
André.

Francis disse...

eram para quem ? diz.

RRR disse...

E eu que já fiz isso... e quando li as primeiras linhas do teu texto parecia que estava a ler a descrição da reacção da pessoa que recebeu as flores nesse dia. Infelizmente, o gesto não resultou... :( Mas que é lindo, é... alguém te fará essa surpresa. :*

B.A.B.E. disse...

um dia! claro que sim!

e vê o lado bom da coisa... o emprego já tens ;)

e amores tb, muitos e bons, mas nenhum desses de mandar flores.

mas um dia... claro que sim!

ps- onde andará a minha amora nesta friday night?

RP disse...

Mesmo que recebas as flores, por mais bonitas que sejam, pouco ou nada serão para ti, se não vierem de quem queres que venham.

Ou então não. Já não faço muito sentido a esta hora da madrugada.

B.I.T.C.H. disse...

Code: *

Francis: Era pa um menino! ( e não, n é gay)

RRR: Qual era o resultado esperado?

Amora: aiiiii. Posso andar desaparecida mais um bocadinho :$
txi*

RP:Receber flores de um desconhecido tinha um sentido: o de me deixar estupidamente surpresa e curiosa a pensar em mil e uma possibilidades, mesmo que nenhuma delas se confirmasse ou mais tarde se revelasse pouquissímo interessante.

RRR disse...

O resultado esperado? Hum... agradar mais do que o normal