quinta-feira, maio 31, 2007

we're kids

Tenho saudades das tardes livres da secundária. Das stôras, dos profs, das "dêtês". Tiveste aula? Népia, a stôra não veio e a contina deixou-nos sair! Boa! Baza ao Toscana?


Bips da coca-cola. Croissants do bar da escola. O intervalo grande. Férias ainda maiores. As provas globais. As mochilas com uma alça ao ombro e a outra caída. Silence 4. As Levi's. A internet. O mIRC!!! A pílula. Os TPCs. O toque de saída. O toque de entrada. O segundo toque, e só depois a entrada.
Cenas dessas...
As primeiras saídas à noite, limitadas no tempo, com motorista à porta. Uma mão cheia de plenários familiares, umas quantas discussões acessas e finalmente o sim. "sim podes sair no sábado, mas às 4h da manhã vou-te buscar!" E quantas entradas de discotecas paguei em escudos!
Os amuos dos 15, 16 anos... o inferno que era, pura e simplesmente, não se conseguir explicar de maneira simples, as coisas que sentía. Tudo me irritava, amuava por tudo... fui uma adoslescente com A e de A a Z! Discussões horríveis com a mãe, jantares inteiros de burro amarrado, de lágrimas nos olhos, com o restaurante todo a olhar pra mim.
Horas e horas e hooooraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaas ao telefone, sentada no chão da casa de banho. Muitos cigarros à janela, abafados por minutos seguidos de ambientador em spray porque a mãe estava quase a chegar.
Milhões de "tipo que" por minuto.
A primeira bebedeira. Em casa do Pedro numa 6a feira à tarde. Hoje dou-me conta que todos os vícios da minha vida começaram numa 6a feira à tarde.
O namoro.
Quantas mentiras terão realmente funcionado? E quantas terão sido perdoadas e consentidas em silêncio? Um dia pergunto à minha mãe. Sim, um dia. Mas ainda não...
Lembro-me de com 12 refilar com a minha prima de 14 por já me achar na categoria dos "teenagers". Ela dizia-me que não, "és uma pré-adolescente. Só és teenager quando tiveres 14" e depois explicava-me a teoria dos teens "fourteen, fifteen, sixteen... isso é que é ser adolescente"
Já não sou nem me sinto nada teenager, nem adolescente. E que pena que tenho!
A inveja que me dão os putos de 16, 17, 18 anos que enchem os Sudoestes e os Lofts por essas noites dentro e fora. Digo e repito: sei que os 10 anos que vêm não terão a magia dos 10 que passaram...



Um beijinho para ti, adolescente que fui!

Porque naquela manhã estavamos com cara de putos

8 comentários:

Francis disse...

foi um belo momento de nostalgia, mas não me apetecia nada voltar atrás no tempo...

a magia não teem, mas conteudo garanto-te, ou desejo-te, que venham a ter...

Abssinto disse...

O processo natural. banda sonora mui acertada.

*

Jorge disse...

Não sejas parva.
Os próximos 10 anos só não vão ser melhores se não quiseres.

B.A.B.E. disse...

melhores? CLARO! quero e espero que sejam melhores, jorge!

só digo que não terão a mesma magia. é parvo sim, mas de tão lógico que é!

adoro nostalgias e saudosismos, principalmente os musicais! ;)

David: QUERO UM FILHO TEU!

.: a14690 | dos Santos .: disse...

Gostei :)

só faltava mesmo as matinés de quarta à tarde na discoteca, ao som dos Pixeis!! (Here comes your mem, taneum teneuammm)

gostei de ler......

Isabel Paixão disse...

Gostei de ler.. e o que eu gostava dos Silence 4 porra, que saudades! E mesmo agora, ainda na faculdade, as coisas já não têm aquele gostinho.. gostinho de secundária, de ter o futuro ainda lá ao fundo, distante, sem nos preocuparmos com nada, estudar na véspera e mesmo assim passar, de namorar no terraço na escola. Porque o curso está a acabar, porque vem aí o mestrado e os curriculos e os laboratorios a concorrer, e o doutoramento fora, porque as coisas são mais sérias, porque os 21 não são 16.. mas mesmo assim.. ainda me sinto uma teen =) Um beijão para ti e para o teu lado teen!

LadyBOO disse...

aaaaai!

o poder que esta miuda tem de me deixar com uma lágrima no olho ao ler o relato da sua adolescência e a lembrar-me da minha!

garanto que para a frente não é igual, e a maior parte das vezes menos intenso, mas nem por isso é pior!

beiiiiiijo cheio de saudades

Cota Spencer disse...

Eu tenho inveja dos putos de hoje!! eles éke estão a "lifar" e eu gostava de ter nascido nesta geração ;P

Abraço a todos os Peter Pan dentro de nós ;)