sábado, janeiro 31, 2009

As Marias e os seus saltos altos no Estoril

Tiga no Casino. Eu a acreditar que ia ser um Tiga no Lux há 2 ou 3 anos atrás. Maior erro foi ir. Cheio de mais. Chuva de mais. Mole demais. Eu, a chuva, e o Tiga. Encontros e encontrões a torto e a direito. Acrobatas, bailarinas, bailarinos e tanta gente a representar na pista. As franjas, os tops, os decotes em V e as camisolas às riscas. Os homens tão cada vez mais menina. As meninas tão cada vez mais homens. O top dos saldos. 6,99 na Stradivarious. A camisola por baixo. Vou à casa de banho. Ok. Eu fico aqui e vou dançando de vez em quando para disfarçar o que estou a pensar. Esta gente que veio para ser vista. Porque no Kremlin as pessoas estavam lá para dançar. Que saudades dos 17 anos no Kremlin. De resto, saudades de nada dos 17. Que saudades tuas nos 24. A amora feliz e eu pela amora. E elas tão giras,as feias. Prontas para chegar e arrasar. Eu cada vez mais arrasada. Perguntas vazias que nem esperam resposta. Felicidades tão ocas. Sorrisos são inuteis. Nem a dançar são genuínas. Abanam-se como fizeram ontem ao espelho. Aquele palhaço a tirar-me uma foto. Ela faz anos mas nem se vai lembrar dos Parabéns. Tanto encontrão. Fodass! Mas ninguém pára quieto?! Entornam-me cerveja em cima e devolvem-me um cigarro em vez de um desculpa. Preferia o desculpa. Tanta gente diferente. E ninguém igual a ti. Danço quando me lembro. E quando danço lembro-me. Não páro de pensar em ti. Em ti, em ti, em ti, em ti, em ti, em ti, em ti, em ti, ao ritmo do Tiga. Em ti. Eu a a pensar em ti. Elas e os seus saltos altos. Eu e os meus Puma rotos. Em ti.

3 comentários:

Henry Michkin disse...

São tão bonitas e entretidas as tuas neuroses minha amiga :)

Pulha Garcia disse...

Também lá estive. Tiga no Estoril foi giro apesar da confusão. Quanto ao resto, faz parte da noite. Anda meio mundo à procura de quem não pode encontrar, e a outra metade a tentar sobreviver.

Leila* disse...

Bemmmm, ainda bemmm que não fui. Desisti a tempo :)

*